sábado, 22 de novembro de 2008

Pausa


Uma pausa apenas.
Queria minha vida em estado de pausa...
... por um tempo.
.
Queria perpertuar um momento...

Quem sabe assim
a distância se torne menor,
o tempo passe mais rápido,
o espaço seja mais curto,
e o coração sofra menos.

Quem sabe...

16 comentários:

Tiago Júlio disse...

'brigado pelo elogio e pela atenção. :)

Também gostei do texto. Conselho besta: aproveita a solidão, não deixa se transformar em melancolia.

tossan disse...

Isso mesmo uma pausa na ansiedade da espera e saia por aí porque hoje é sábado! Belo apelo em forma de poesia. Abraço

SIMONE GOIS disse...

pausa pra que te quero!
faz sempre bem e recomeçamos com carga total.
gostei muito
beijos

Adriano Queiroz disse...

Eu tb queria pausar alguns momentos, congelar alguns dias.

Donos do tempo, senhor dos calendários, são quereres humanos.

Abraços.

Eduardo Escames disse...

as fotos são ótimas.
Essa última é perfeita.

Apertar o Play... continuar vivendo. É assim que funcionamos, infelizmente. Não é triste?

Valéria disse...

"Me agradam mais aqueles que se atrevem do que aqueles que se atém." (Manoel de Barros)
mas eu também tenho minhas vontades de parar... mas sou intensa demais e, se quero parar, quero parar de vez. rs
um beijo

Valéria disse...

ah Fábio!
adorei esquinas!
posso postar um dia? como imagem...
é lindo e triste e...real.
um outro beijo

afobório disse...

e quem não queria imortalizar um momento não é verdade.


sorte e luz.

Dario Duarte disse...

A pausa é o sublime, o encanto, a fotografia sobre o aparador. Sem tempo, espaço, MOMENTO!

Van disse...

"A vida necessita de pausas"
(Drummond)

Tão necessário essas paradas estratégicas. Deixar tudo em suspenso pode trazer entendimentos que na correria a gente nunca vê.
Que você encontre o que busca, querido. Na pausa ou no movimento.

Beijucas

Jana disse...

Seria bem bacana se nossa vida pudesse ser controlada por um controle remoto: pausa para os momentos bons.
Voltar para aquilo que gostaríamos de mudar e passar rápido aquilo que não gostamos nem de pensar.
O problema, meu amigo, é que dessa vida só temos um remoto controle.
E isso, provavelmente, é o que dá o gosto de se viver.

Belo texto.
Um abração e valeu pelo comentário querido.
:)

Ricardo Valente disse...

Sonho meu... Pausa, só posterga, trás mais sofrimento! Abração (tu tá escrevendo cada vez melhor - até me surpreendo hehehe) Haha Showzaço!

Maria Clara Moraes disse...

E eu queria um prolongamento.
Do tempo, do momento, do espaço e do coração....

Acho que pedimos muito, não?

[Ficou lindo!]

FREDERICCO BAGGIO disse...

A gente as vezes demora até mesmo pra comentar... num blog de um querido!
Mas é que a gente faz pausas... e meu Deus... como queria uma só PAUSA!
Eu sempre sou pausas de mim mesmo, quando passeio pelo teu blog, Amigo.
Me desligo de mim, pra estar mais proximo de meus Amigos.

Corso disse...

porra...
se isso pudesse, efetivamente...
por isso que aquele filme click fez tanto sucesso...é uma fantasia universal...

gostei da colocação...

um abraço, cara, e se cuida aí!

Vâmvú disse...

Tiago,
Obrigado mesmo pela visita e pelo comment. Mas não é besta não, vc ta certo. Abração.

Tossan,
Sempre muito obrigado por teus comments por aqui. Abração.

Simone,
Obrigado. Sem dúvida nenhuma vc tá certíssima, o recomeço vem com a caraga toda, sempre bom. Energia renovada. Bjs.


Adriano,
Nem tem o que falar. Quereres humanos... é isso mesmo! Abração.

Eduardo,
Nossa, fazia tempo que não aparecia... Brigadão.
Triste? Pode ser, mas também pode ter um lado bem alegre, se o momento for bom. Abração.

Val,
Adoro teus comments sempre muito poéticos e verdadeiros. Obrigado, sempre. E esteja a vontade, viu? rs
Bjão.

Afobório,
Vc captou perfeitamente o sentido... (rs) Abração.

Dario,
Fazia tempo que não aparecia. Obrigado pelo comment. Disse tudo, momento! Pausar um momento. Perfect! Abração.

Van,
Obrigadíssimo pelo comment, sempre tão carinhoso. Bjão.

Jana,
Obrigado pela visita e pelos comments. Perfeito isso que disse, o gosto está justamente ai. Perfeito! Bjão.

Ricardo,
hahaha
Obrigado, sempre. Por teus elogios e pelos comments semre presentes por aqui. Abração.

Clara,
Obrigado pelo elogio. E sem dúvida, temos sim que pedir muito, sempre, pra dai termos pelo menos um pouquinho... Bjão.

Fre,
Nem sei o que falar pra vc. Só agradecer. Até no comment consegue ser poeta... Bjs.

Corso,
Obrigadíssimo por teus comments. Sempre muito bem vindos. Abração.