terça-feira, 18 de novembro de 2008

Nada


Hoje o vento soprou sobre o meu corpo
Mas não voei pra lugar algum...

Hoje o sol acariciou meu rosto
Mas não aqueci lugar algum...

Hoje o chão caminhou sob os meus pés
Mas não cheguei a lugar algum...

Mas a vida me deixou marcas...

Hoje eu me senti um nada,
em lugar algum ...

13 comentários:

Beto Canales disse...

Muito bom.

Adriano Queiroz disse...

Se te deixou marcas, pra algum lugar seu corpo foi, sem que você percebe-se. Marcas são sinais de viagens.

Eu vi um corpo viajando, sem rumo, solto no universo.

A foto é linda e traz muito do espírito da poesia.

Corso disse...

pô...gostei tbm...comunicou comigo...!
nada, em lugar nenhum...afuder a frase.
cara, e a foto é bem filosófica mesmo...

mundanamente, ironia vc estar em SP...rs

abrassssssssssssssssssss

Bruno disse...

gostei dos sons que o poema pode proporcionar, incrivel!
abracos e boa semana.

Maria Clara Moraes disse...

Que lindo... Amei muito.

A vida deixa marcas, ah se deixa... Nossos rostos estão cheios de cicatrizes, mas elas ficam por debaixo da pele.

Rubens da Cunha disse...

eu também...

Rafael Coelho disse...

E essas coisas só ficam bonitas assim: quando viram canções...


abço!

afobório disse...

bom demais.

e que frase: "Hoje o sol acariciou meu rosto"

parabens, sorte e luz.

Robson disse...

Que sentido doido isso faz pra mim...muito bom!
Abraço

Corso disse...

dae rapaizzzzzzzzz
blz???
passando aí pra dar um oi só...
e bom fds...!
no mais, blz por aqui...e por aí tudo bem, espero...!
desistiu da foto nova?

se cuida ae, na terra dos campos...

abrassssssssssss

Vâmvú disse...

Beto,
Obrigado, mais uma vez, pelo comment. Abração.

Adriano,
Nem tenho como agradecer. Teus comments sempre incriveis.
Abração

Corso,
Seus comentários sempre muito bem vindos... sempre. E o fato de estar em Sâo Paulo, sim, sem dúvida, mundanamente ironico... rs
Obrigadão pelas tuas visitas.
Abração

Bruno,
Obrigado, sempre, por teus comentários aqui. Abração.

Clara,
Disse tudo... Super beijo pra vc.

Rubens,
Teus coments sempre muito bem vindos... Abração.

Rafael,
Obrigado pelas palavras. Muito.
Abração.

Afobório,
Obrigadíssimo pelo elogio, pela visita, pelos comments... Abração.

Robson,
BOm quando o que lemos fazem algum sentido interno pra gente, mesmo que seja um sentido doido (rs). Obrigadíssimo pelo comment e pela visita. Abração.

tossan disse...

Adoro este tipo de poesia. Muito bom! Abraço

Jana disse...

Sensacional!
A foto e o texto se casaram perfeitamente.

Abração
:)