quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Lei da compensação.

Eu tinha um amigo, já falecido até, morreu muito moço, que quando se alimentava, era sempre até a última garfada do prato, nunca deixava nem um grão de arroz sobrando... Ele falava que se sobrasse comida no prato dele, estaria faltando essa comida em algum outro lugar do planeta. Alguém estaria com fome... com uma fome exatamente do tamanho daquela pequena garfada deixada...

Lembrei de uma historia, que dizem que quando Deus fecha uma porta, uma janela se abre... e isso me fez pensar...

... e isso pode parecer pura bobagem...

Mas fiquei pensando: será que então, quando alguém se entristece, algum outro alguém, em algum outro lugar do planeta, se alegra...???

Seria como um equilíbrio cósmico... alguma coisa assim... para um ter, o outro tem que sentir falta... esse tipo de coisa...

Isso é valido? Essa minha pequena pseudo-teoria teria algum fundamento?

Será que essa tal de Lei da Compensação é realmente valida pro universo inteiro, em todas as camadas, em todas as esferas, em "ser” humano?
Até mesmo quando falamos de felicidade? De amor???

Sei que precisa existir um equilíbrio... sempre... Mas será que até mesmo quando falamos de sentimentos?

Ruim isso... não sei...

Então como vamos acreditar no amor... na felicidade...? Isso não existe??
:
Eu estava pensando em 2 pessoas se amando...
Difícil existir isso então... acreditar que 2 pessoas possam se amar ao mesmo tempo... Será que sempre um ama quando o outro não?

Se estiver amando e sendo amado, isso significa que nesse exato momento existem 2 pessoas se odiando, se separando ou se desamando?

De repente dá até pra ampliar essa idéia... Mas fico pensando que não é muito justo... não me soa como um equilíbrio propriamente dito...
Ou então teremos que acreditar em coincidência também, acaso... sorte até?

Duas pessoas se encontrarem em sintonia perfeita...
Muito raro isso.

Tem coisas que a gente atrai, e têm outras em que somos atraídos pelo universo... Temos sempre que aprender alguma lição.

Mas se pensarmos em leis de atração, aparece um viez maior ...
Por que, então, ficam 2 forças atuando ao mesmo tempo... 2 leis...
A lei de compensação e lei de atração... ao mesmo tempo.
Eu acho que elas brigam entre si... não sei... não estou convencido dessa historia da lei de compensação ser tão universal assim...

A infelicidade de outros depender da nossa felicidade? Ou vice-versa?

Consolador talvez, pensar em alguém ser feliz quando me entristeço...
Mas não me parece nem um pouco justo... nem um pouco.
...
Mas o fato é que quando esse amigo morreu,
a única coisa que pude pensar quando soube,
é que naquele instante...
uma nova vida estaria nascendo em algum outro lugar...

2 comentários:

Lu (- . -)... disse...

Olá Rapaz...
Aqui para retribuir a visita feita a Esquadros e agradecer por recomendar em seu site o meu cantinho...
Fico feliz que tenha gostado dos textinhos...
Adorei os seus moço ainda mais as imagens... Realmente de muita sensibilidade!!
Acho que andarei roubando umas de ti..
Até a volta...
Abraço,
Lu!

Vâmvú disse...

Valeu! À vontade, Lu, sinta-se em casa...
Bjs