terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Tempo Nublado (sujeito a trovoadas no decorrer do período...)






Ando com a cabeça nas nuvens
ultimamente...

Ou será que é minha cabeça
... que anda nublada?

Nuvens interiores...

.

11 comentários:

Afobório. disse...

acho que a cabeça está sempre onde vamos.


sorte e luz.

sonia disse...

as vezes precisamos ué,e porque não?
olha que coisa bonita vc colocou........
eu gostei ,mesmo porque as vezes fico assim também...........beijos so

Ricardo Valente disse...

Nuvens... passageiras (segundo a metereologia). O perigo é se atirar da cadeira!

Eduardo Escames disse...

oq me fez pensar:

conseguimos nos enforcar com luz.

LUZ!

oq somos capazes de fazer com uma gota de trevas?

Luiz Gonzaga B. Jr. disse...

Uma cabeça nublada não é capaz de ter conciência dessa condição.
Acho que o sol já brilha por entre as poucas nuvens...
abç

Beto Canales disse...

Interessante.

Adriano Queiroz disse...

Bela imagem.
Será que a cabeça ferve, o líquido vira vapor e forma-se uma nuvem em volta da cachola?
Vamvu, o bom de estar com a cabeça nas nuvens, é que os pés tb pisam macio.

Abraços.

Rubens da Cunha disse...

Sempre as nuvens interiores nublando todos nós

abraços

suelyribella disse...

Cabeça nas nuvens... pés no chão... próprio de nós, taurinos... rsrs...
Gostei do teu blog!
Bj!

Fernanda Fernandes Fontes disse...

Você precisa chover então. Desabar águas e trovejevar! O faça agora e refresque-se em si.

Abraços.

Passa lá para conhecer minhas letras:

http://degustacaoliteraria.blogspot.com/

Vâmvú disse...

Afobório,
Sim, sem dúvida e é essa a questão, por que andamos por climas tão nublados de vez em quando... Obrigadão pelo comment. Abração

So,
Brigadíssimo pelo comment. Bjs

Ricardo,
Ainda bem que são passageiras mesmo, ainda bem... rs
Abração

Eduardo,
É... o que será? Muito profundo seu comment. Gostei muito. Obrigado. Abração

Luiz,
Obrigado por seus comments, sempre.
Abração

Obrigado, Beto.
Abração

Adriano,
Adorei a analogia... pisar macio...
Abração

Rubens,
Sim, sempre pairando sobre nossas cabeças... mas é bom saber que quando elas se vão, o sol volta a brilhar.
Abração

Suley, brigadão. Volte sempre. Bjs

Fernanda,
Adorei a sugestão. É isso mesmo, precisamos todos chover de vez em quando. Vou la te visitar. Volte sempre. Bjs